Glicose

Glicose

Valores elevados de glicose ocorrem nos vários tipos de diabetes primárias, nos estados de intolerância à glicose e no diabetes secundário a várias doenças (hipertireoidismo, hiperpituitarismo, hiperadrenocorticismo, etc.).

Valores diminuídos de glicose ocorrem nas hipoglicemias devido a várias causas. Quando a ocorrência de sintomas de hipoglicemia é relacionada à alimentação, duas formas de hipoglicemia podem ser definidas: hipoglicemia do jejum e pós-prandial.

As causas mais comuns de hipoglicemia do jejum são: hiperinsulinismo endógeno (insulinoma e sulfonilurea), hiperinsulinismo exógeno (factício), tumores extrapancreáticos, síndrome auto-imune (formação espontânea de anticorpos para receptores da insulina), insuficiência supra-renal e ou hipofisária, doença hepática grave e alcoolismo.

A hipoglicemia pós-prandial, dependendo da história clínica e da resposta ao teste oral de tolerância à glicose, é classificada em hipoglicemia alimentar, hipoglicemia ao diabético tipo II e do paciente com intolerância à glicose e hipoglicemia funcional ou reativa.

Valores de referência

Condição: jejum de 8 horas ou a critério médico
70 a 99 mg/dL – Glicemia de jejum normal
100 a 125 mg/dL – Glicemia de jejum alterada
Maior ou igual a 126 mg/dL – Provável Diabetes Mellitus

Valores críticos
Nesse caso, se a sua glicemia apresentar valores superiores a 400 mg/dL ou inferiores a 40 mg/dL, você deve procurar um medico imediatamente.

Deixar um Comentário

Seu endereço de email não será publicado.